ConvidaPRO: Festival Móveis Convida promove workshops sobre mercado musical

Debates, rodas de negócios e showcases fazem parte da programação que também homenageia o produtor Carlos Eduardo Miranda

Trazer um olhar diferenciado e mais atento para o mercado musical brasiliense sempre foi um dos objetivos do Festival Móveis Convida. No ano em que completa 19 edições, o evento conta com dois dias de programação com olhar voltado para o mercado da música independente nas atividades chamadas de ConvidaPRO, uma ampla feira de negócios musicais que há alguns anos chama atenção no cenário nacional. As atividades serão realizadas nos dias 9 e 10 de maio no Espaço Co-Piloto (306 Sul), a partir das 9h com participação é gratuita.

O ConvidaPRO vai reunir produtores e agentes de música de todo o Brasil para discutir os desafios do mercado, entender melhor os festivais de música e falar sobre negócios em workshops, pitchings e mesas redondas. Esse ano a programação presta uma homenagem a um dos mais importantes produtores musicais do Brasil, Carlos Eduardo Miranda, que nos deixou em março deste ano e tinha uma importante relação com a música produzida no DF e sobretudo com a banda que deu origem ao festival, o Móveis Coloniais de Acaju.

No projeto ‘Torturando Miranda’, fundado em 2016 ao lado do festival Móveis Convida, o sagaz produtor gaúcho ouvia trabalhos de jovens músicos e trazia avaliações estéticas e técnicas às obras em um olhar fundamental para novos talentos da música brasileira. Nesta edição do festival, Torturando Miranda ganha uma atenção especial, em caráter de homenagem ao produtor. Os produtores musicais e artistas Letz Spindola, Verônica Pessoa e Fabrício Ofuji recebem a missão de avaliar e dar feedbacks às bandas inscritas na atividade. As bandas que têm interesse em participar podem se inscrever pelo link: https://goo.gl/forms/yK62bEAP9rKLKN853.

Além da homenagem a Miranda, o festival promove outras oito atividades nos dias 9 e 10 de maio. A quarta-feira (9/5) terá workshop sobre construção de pitchings com ajuda de Adolfo Neto e Eli Moura, da Iduna Produções Criativas, e a mesa-redonda sobre ‘Como ser foda no mercado musical’, comandada por Eli Moura com participação de Letz Spindola, Verônica Pessoa, Marta Carvalho,Vera Verônika e Michele Cano.

No mesmo dia também será feito o Lançamento do Programa Permanente de Gravação, com dois blocos de debate. O primeiro traz Marcos Pinheiro, Fernanda Samarco e Octávio Schwenck, e o segundo terá Thiago Rocha Leandro, Tâmara Habka e Beto Peres. Torturando Miranda encerra a noite do dia 9.

Na quinta o espaço Co-Piloto recebe representantes dos eventos Festival DoSol (RN), Contrapedal/Mucho (SP), SimSP, Morrostock (RS) e Daniela Diniz (Secult/DF) para uma discussão sobre ‘Festivais nacionais, conexão BSB’. A tarde será de pitchings e chá de negócios com os representantes do Festival DoSol (RS), SimSP, Festival Criolina (DF), COMA (DF), Traços (DF), Mucho (SP), Contrapedal (Uruguai), Brasília Sessions, Iduna e Morrostock (RS) e mentoria de  Ana Morena (DoSol), Buca Brasília/Iduna, Miguel Galvão (Picnik), Barata (Criolina), Paulo Zé (Morrostock) e Letz Spindola.

A partir das 17h30, Pena Schmidt e Zé Mauro Gnaspini tentam responder uma questão: ‘Por que festivais de música são tão legais?’. O encerramento do ConvidaPRO será no Pier 21 com showcases das bandas Camarones Orquestra Guitarrística, Ermo (Portugal) e Cachimbó.

A Camarones apresenta um rock instrumental dançante com uma mistura de punch, surf music, ritmos brasileiros e ska, enquanto a Ermo tem um som eletrônico que inspira e colore com as palavras cantadas. Os brasilienses da Cachimbó acrescentam as linhas  alternativas, pop com nuances de synthpop e indie rock, sem nunca deixar de lado a música brasileira.

O Festival Móveis Convida ocupa a Quadra 3 do Setor Comercial Sul a partir das 15h no domingo dia 13/05, com direito a 10 shows que serão divididos em dois palcos, e a garantia de um belo panorama da música independente atual. Entre as atrações estão a banda The Slackers (EUA), a cantora Titica (Angola), ÀTTØØXXÁ (BA), Francisco, El Hombre (SP) e O Tarot. A 19ª edição conta com apresentação da Claro por meio da Lei de Incentivo à Cultura do DF.

Confira a programação completa do ConvidaPRO:

Quarta-feira – 09/05 • Co-Piloto (306 Sul)

09h00 – 12h00 – Workshop: Como construir seu pitching (Elaboração)

Dinâmica: 1h de apresentação + 2h de oficina

Facilitadora: Iduna (Adolfo Neto e Eli Moura)

15h30 – 17h00 – Como ser foda no mercado musical

Mesa: Letz Spindola, Verônica Pessoa, Marta Carvalho,Vera Verônica, Michele Cano, Mestre de Cerimônia: Eli Moura

17h00 – 18h40 – Lançamento do Programa Permanente de Gravação

1º Bloco – Lançamento Associação Trema

Mesa: Marco Pinheiro, Fernanda Samarco , Octávio Schwenck

Mestre de Cerimônia: Eli Moura

2ºBloco – Lançamento do Programa

Mesa: Thiago Rocha, Tâmara Habka, Beto Peres

Mestre de Cerimônia: Eli Moura

19h00 – 21h00 –  Torturando Miranda – Uma Homenagem

Torturados: Letz Espíndola, Verônica Pessoa, Fabrício Ofuji

Quinta-feira – 10/05 • Co-Piloto (306 Sul)

09h00 – 12h00 – Workshop: Como construir seu pitching (Apresentação)

Dinâmica: 15 mins para cada artista (5 mins de pitching + 10 de feedback/troca)

Facilitadora: Iduna

14h00 – 15h30 – Festivais Nacionais Conexão Bsb

Mesa: Festival DoSol, Contrapedal/Mucho, Sim SP, Morrostock e Daniela Diniz

Mestre de Cerimônia: Fabio Pedroza

15h40 – 17h00 – Rodada de Negócios/ Pitching

Participantes: Festival DoSol, Sim Sp, Festival Criolina, Coma, Traços, Mucho, Contrapedal, Brasilia Sessions, Iduna, Morrostock

Mediador: Eli Moura

17h00 – 17h30 – Chá com negócios

Mentores: Ana Morena (DoSol), Buca Brasília/Iduna, Miguel Galvão (Picnik), Barata (Criolina), Paulo Zé (Morrostock), Letz Spindola

2 bandas 10 min cada

17h30 – 19h – Porque festivais de Música são tão legais? – Keynote com Pena Schmidt e Zé Mauro Gnaspini

Login

Welcome! Login in to your account

Lembrar Senha Esqueceu sua senha?

Lost Password